The Urban
Lifestyle

Bike Essentials

share this articleShare on Facebook0Google+0Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter

Duas de Treta com . . . Gilberto Silva

Quem visita o centro de Braga, habilita-se a avistar Gilberto Silva, um ciclista urbano que faz desta cidade o seu percurso diário. Para nós, é habitual encontrá-lo, sempre bem disposto e a pedalar a sua Nooke. Com 70 anos, é normal que exista uma história a contar. E nós quisemos ouvi-la.

Depois de muitos anos a trabalhar nos Estados Unidos da América (mais propriamente em Boston e Nova Iorque), Gilberto Silva decidiu pendurar as botas e mudar-se para Braga. Reformado, começou a fazer uma “vida normal”. Durante um passeio pela Rua de S. Marcos, reparou na Go By Bike e decidiu entrar. “Nunca me passou pela cabeça arranjar uma bicicleta”, admitiu numa conversa. Mas acabou por engraçar com uma bicicleta dobrável e lá a levou. Contudo, esta história não acabou da melhor forma, uma vez que nas “subidas íngremes, tinha de sair da bicicleta e levar à mão”.

E foi assim que decidiu experimentar algo novo: a Nooke. “Inicialmente, o preço deixou-me de pé atrás. Mas, depois de experimentar uma bicicleta com essas características, foi amor à primeira vista”, disse, entre risos. “Sentei-me no selim e continuo-o satisfeitíssimo até hoje. Não a larguei mais”.

Mas porquê a Nooke? “A ideia que eu tenho da minha bicicleta mantém-se desde o dia em que a comprei. É uma bicicleta espetacular! Já a tenho há mais de um ano e nunca me deu problemas de manutenção. Por norma, carrego a bicicleta uma vez por semana e, posso dizer que em ano e meio andei mais de 2000 km naquela bicicleta. É muito importante saber-se que, numa elétrica, conseguimos fazer 2000 km com uma simplicidade imensa”.

Hoje, é estranho ver o Sr. Gilberto sem a sua Nooke. E mais estranho ainda, é ver aquela bicicleta suja. “Eu talvez exagere um pouco: limpo a minha bicicleta meticulosamente uma vez por semana. Não sei se será ridículo ou não. Mas eu trato da bicicleta porque quero vê-la sempre limpa. Não aceito andar com ela suja. E as pessoas reparam nisso também. Já me perguntaram como tenho sempre a bicicleta limpa. Tenho muito cuidado com tudo. Qualquer coisa que esteja mal, quero logo substituir”. Este cuidado rapidamente teve frutos. As pessoas começaram a reparar na bicicleta do Sr. Gilberto. E até fotos lhe tiram!

“Tem sido engraçado porque a Nooke é uma bicicleta que chama a atenção. Eu tenho sido abordado por pessoas de Braga e por estrangeiros que até me pedem para tirar fotografias com a bicicleta. É espetacular ver as pessoas a parar só para ver a bicicleta. Algumas até vêm falar comigo, perguntar se é elétrica ou não, quanto custou, onde comprei… Mas vejo muitas vezes as pessoas a parar só para ver a bicicleta e depois seguem caminho”.

No final da conversa, o Sr. Gilberto quis partilhar a sua experiência enquanto ciclista urbano. “É um grande prazer é poder parar em qualquer café e não ter de me preocupar com procurar estacionamento. Eu sento-me à mesa e estaciono a bicicleta ao meu lado. Para mim, isto é um privilégio tremendo”. Uma outra vantagem apontada é facilidade de condução desta bicicleta. “Com a minha idade, era impensável tentar subir o Bom Jesus de bicicleta. Numa normal, eu digo que é impossível. Mas na Nooke, comia terreno no Bom Jesus como se fosse uma sandwich”.

share this articleShare on Facebook0Google+0Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter