The Urban
Lifestyle

Go By Bike

História da bicicleta: tudo sobre rodas
share this articleShare on Facebook7Google+1Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter

História da bicicleta: tudo sobre rodas

A história da bicicleta é muito peculiar, algo que todos os amantes desta forma de vida devem conhecer já que no final de contas, somos todos feitos de história.

A invenção

Existem várias teorias sobre o nascimento e história da bicicleta, e como outras invenções anteriores ao século XX, a prova do seu inventor pode ser um pouco difusa.

A primeira teoria parte de um esboço supostamente realizado por Gian Giacomo Caprotti, em 1493, discípulo de Leonardo da Vinci através da uma transcrição do Codex Atlanticus. Este esboço daria a definição das características primárias da bicicleta: um veículo com duas rodas alinhadas e um selim, movida por uma pessoa que faz girar os pedais, dando movimento às correntes da roda traseira e um guiador para direcionar o movimento.

História da bicicleta: tudo sobre rodas

 

Em 1998 surgiram provas que este esboço é uma fraude intencional, mas muitos estudiosos defendem, até aos dias de hoje, que se trata do primeiro projeto real da construção de uma bicicleta.

A segunda teoria é dada ao Conde Mende de Sivrac, em 1690. Este modelo, com o nome de “celerífero”, continuava a seguir as mesmas linhas que o anterior, apesar de em vez de ter um guiador, tinha uma cabeça de cavalo em madeira estática (também podia não ter nada) e o movimento era realizado com o movimento dos pés no chão.

História da bicicleta: tudo sobre rodas

 

  Draisiana

História da bicicleta: tudo sobre rodas

 

Em 1818, o Barão alemão Charles Karl Von Drais criou uma versão melhorada do “celerífero”, a chamada máquina de corrida “laufmaschine” ou “draisiana”. Esta máquina tinha um guiador flexível, devido à mobilidade do eixo da roda dianteira, mas o ciclista tinha de continuar a empurrar a máquina com os pés no chão. As “draisianas” foram o primeiro sucesso comercial de um veículo a duas rodas dirigível, movido apenas pelo homem. Como pequena nota, acredita-se que Charles Drais tenha criado este meio de transporte para substituir os cavalos, pois devido a uma fraca colheita em 1816 os animais passavam por uma crise de fome e morte.

 

Bicicleta Michaux

História da bicicleta: tudo sobre rodas

No ano de 1855, Ernest Michaux adaptou a “draisiana”, tornando-a num verdadeiro velocípede através da colocação de manivelas e pedais na roda dianteira. O pai do mesmo aproveitou a ideia para montar uma fábrica de velocípedes mas substituiu a madeira por ferro, dando origem à Bicicleta Michaux.

 

Penny Farthing

História da bicicleta: tudo sobre rodas

Considerado como o pai da bicicleta alta, o francês Eugene Meyer criou uma extensão lógica do velocípede, fazendo crescer a roda dianteira para permitir velocidades mais elevadas e diminuição da roda traseira para tornar a estrutura mais leve. Estas bicicletas também são conhecidas como “bicicletas comuns” ou “Penny Farthing”.

 

Safety bicycle

História da bicicleta: tudo sobre rodas

Em 1885, o inglês John Kemp Starley cria o modelo que mais se assemelha às bicicletas de hoje: a “safety bicycle” (bicicleta de segurança). Esta bicicleta recebeu este nome porque era mais segura e fácil de usar do que a “Penny Farthing”. Por causa disso, John Kemp Starley é considerado o inventor da bicicleta, possuindo até um monumento em honra dele em Conventry, Inglaterra.

Um dos maiores pontos para o sucesso da bicicleta foi a simplificação do processo de produção devido à colocação de duas rodas com o mesmo tamanho. Tudo isto transformou a bicicleta num meio de transporte simples, eficiente, seguro e confortável.

 

share this articleShare on Facebook7Google+1Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter