The Urban
Lifestyle

Duas de treta

Kalkhoff Agattu 24 Heather
share this articleShare on Facebook0Google+0Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter

Um passeio de bicicleta com . . . Heather Nettleship

Durante o verão, tivemos a oportunidade de passear com vários bike lovers e com as suas respetivas máquinas. Acompanhamos bicicletas de todas as cores e feitios, elétricas e normais, de carga ou dobráveis, novas ou com aquelas carregadinhas de quilómetros, cheias de histórias para contar.

Circulamos maioritariamente no Norte do país, em cidades como Braga, Porto, Póvoa de Varzim e Gondomar. Ficamos a conhecer caminhos novos, partilhamos aventuras e conhecemos histórias. Contudo, a viagem junto à costa de Vila Nova de Gaia marcou-nos por vários motivos: a companhia da Heather, a paisagem tranquila, a ciclovia de duas faixas e o conforto da Kalkhoff.

Numa manhã de domingo, aceitamos o convite da Heather para pedalar numa das suas zonas preferidas: Francelos, junto à praia. Lembro-me que não era o dia mais quente, mas ainda encontramos banhistas corajosos, a lutar contra o rígido mar do norte, enquanto enfrentavam o olhar de desconfiança dos mais recatados que se espreguiçavam nas esplanadas. Na ciclovia, a Kalkhoff da Heather ia cumprimentando outras bicicletas, pessoas que se equilibravam (ou tentavam) nos patins e maratonistas a treinar para a próxima prova.

Num espírito de passeio, a Kalkhoff Agattu da Heather mostrou que é uma das bicicletas mais confortáveis para rotas citadinas. Ágil em terrenos pouco planos, confortável no paralelo e sempre com um estilo clássico. As vinte e quatro velocidades permitem aventuras mais ousadas, graças à flexibilidade e desmultiplicação. Ainda assim, existe muito mais a ser dito sobre esta bicicleta.

Há um ponto que a maioria dos ciclistas urbanos concorda, no que diz respeito às valências deste modelo da Kalkhoff: a postura. A Agattu permite pedalar com as costas direitas, o que torna as viagens mais apetecíveis. Mesmo os caminhos mais instáveis acabam por ser fáceis de dominar. Sempre de forma confortável, exigindo pouca pressão da nossa zona lombar.

Quem usa uma bicicleta para realizar tarefas do quotidiano sabe que os acessórios são fundamentais. Neste caso, não foi preciso pegar num alforge. O cesto, da Basil, permite transportar os essenciais para a viagem. Pode não ter a capacidade de uma bicicleta de carga, mas é mais que suficiente para um passeio de domingo. Já o cadeado da Creme Cycles faz com que a Heather fique descansada em deixar a bicicleta, quando vai tomar um café.

Mas, se uma imagem vale mais do que mil palavras, quantas vale um vídeo?

 

share this articleShare on Facebook0Google+0Pin on Pinterest0Tweet about this on Twitter